ALLELUIA, CARO MEA

O

TRADUÇÃO: A minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebiba: quem come a minha carne e bebe o meu sangue parmenece em mim e Eu nele

Partitura em notação moderna



Índice de Partituras

voltar